Seja Bem vindo ao site da Vero RH
São Paulo - SP Olimpia - SP Campinas - SP Mogi das Cruzes - SP Porto Alegre - RS

O que é compliance e sua importância para o RH

O que é compliance e sua importância para o RH

Por: Vero - 29 de Abril de 2024

Você sabe o que é compliance? O termo, que tem origem no verbo to comply, que significa cumprir, obedecer ou aderir às regras, em inglês, está diretamente ligado à área de Recursos Humanos.

Mas, de que forma? O compliance refere-se a um conjunto de normas que garantem que a empresa aja de acordo com as regras em relação ao cumprimento de obrigações trabalhistas, fiscais, tributárias, contábeis e regulatórias internas e externas.

Assim, para entender melhor o que é este conceito, quais as vantagens de implementá-lo e como ele se relaciona com a área de Recursos Humanos, acompanhe nosso texto.

A importância do compliance para as empresas

O compliance garante que a segurança da organização seja mantida de várias maneiras.

Isso porque, agindo de acordo com as normas vigentes, a empresa previne e evita processos trabalhistas, multas ambientais e problemas com órgãos como a Receita Federal, por exemplo.

Outra área em que o compliance é importante é no setor financeiro das empresas. Ele é um grande aliado na prevenção de riscos, fraudes e crimes financeiros.

Além disso, no compliance, as normas e boas práticas são mantidas internamente, de modo que a visão, os valores e a missão da organização são vivenciados em seu dia a dia.

Relação do compliance com os Recursos Humanos

Quando se fala em conjunto de regras ou identidade da empresa, imediatamente vem à mente o conceito de gestão de pessoas.

Por isso existe a íntima ligação entre o compliance e os recursos humanos. Veja a seguir em que áreas do RH o compliance está mais presente:

  • Recrutamento e seleção: o compliance deve garantir que os processos seletivos sejam feitos de acordo com as diretrizes da empresa e a cultura organizacional;
  • Comunicação interna: o RH deve garantir o compliance neste ponto através do conjunto de diretrizes da empresa e a conduta técnica e não técnica, mantendo sempre um canal aberto para dúvidas e trocas de informações;
  • Treinamento e desenvolvimento: deve ser garantido o compliance de modo a evitar condutas irregulares e problemas com órgãos reguladores;
  • Gestão dos colaboradores: é talvez onde o compliance seja mais necessário. O RH deve se manter próximo à equipe para ficar atento aos fatores que possam desmotivá-la e gerar baixo engajamento.

Vantagens do compliance

São muitas as vantagens do compliance para evitar problemas futuros no negócio. Entre elas, podemos citar:

  • Prevenção e redução de processos trabalhistas, cíveis e criminais;
  • Disseminação da cultura organizacional;
  • Maior eficiência operacional;
  • Maior produtividade do time;
  • Melhora a imagem da empresa.

O que fazer para implementar o compliance?

Há uma série de estratégias que podem ser utilizadas para implementar o compliance em sua empresa. As principais são:

  • Elabore ou estude o código de conduta da organização: isso deve ser feito sempre levando em conta a legislação vigente e os processos de contratação, gestão e demissão;
  • Fortaleça o monitoramento: faça valer as regras e fiscalize as atividades periodicamente. Promova auditorias internas e crie um canal seguro para denúncias e melhore a transparência das atividades do RH;
  • Crie um comitê de ética: que seja formado não só por membros do RH, mas também por gestores de outros setores e que apure denúncias e atualize regras;
  • Trabalhe para que novos colaboradores sejam integrados: todos que chegarem devem ser informados das políticas internas de integridade e normas de compliance.

Não se esqueça de que o compliance é uma responsabilidade de todos os colaboradores da empresa.

Somente com a colaboração de toda a equipe é possível ter medidas fortes e eficazes de compliance, eliminando riscos e assegurando o crescimento do negócio